Notícias

Imprimir
  • 20/09/2021 Geral

    Servidores definem rumos da campanha de lutas pela data-base

    Servidores definem rumos da campanha de lutas pela data-base
    Nova assembleia será realizada no dia 30 de setembro e campanhas nos locais de trabalho convocarão mobilizações
    Em assembleia realizada nesta segunda-feira (20), o funcionalismo municipal reafirmou a reivindicação da recomposição salarial inflacionária estimada em 10,14%, as perdas acumuladas na gestão Greca de 7,40% e as perdas anteriores à 2016, de 9,95% para os servidores do quadro geral e 1,16% para os profissionais do magistério.

    Os servidores também aprovaram a necessidade de ampliar a linha de corte do vale refeição dos servidores municipais em 30%, isso porque hoje só recebem os servidores que ganham até R$ 2.429 e trabalham 40h semanais. A reivindicação é para que todos os servidores, inclusive os que trabalham menos de 40h, recebam o vale. Também foi aprovada a necessidade da correção inflacionária de 10,14% no valor que cada servidor recebe.

    Além disso, os servidores e servidoras debateram os últimos ataques enviados pelo desprefeito à Câmara de Vereadores como a Reforma da Previdência (saiba mais) e a Reforma Administrativa que propõe uma avaliação por desempenho impondo a meritocracia e perseguição nos ambientes de trabalho. Para combater estes ataques, o funcionalismo aprovou a necessidade da retirada imediata dos Projetos de Lei que atacam o serviço público, além do estado de greve e assembleia permanente, o que ajuda a dar agilidade às discussões do funcionalismo. Uma nova assembleia será realizada no dia 30 de setembro.


    Descongela já!

    Além da recomposição salarial, os servidores e servidoras exigem o descongelamento dos planos de carreira – com recolocação do crescimento vertical e horizontal – como uma das pautas da Pauta de Reivindicação de 2021. Afinal de contas, durante o ano de 2021, o desgoverno Greca negou as mesas de negociação usando como desculpa a pandemia negando a pauta apenas por escrito.

    Veja as propostas aprovadas em assembleia:

    .: Manutenção do Estado de Greve e Assembleia Permanente;
    .: Nova assembleia no dia 30 de setembro;
    .: Mobilização nos locais de trabalho com panfletagem e campanha virtual;
    .: Mobilização pelo descongelamento do Plano de Carreira;
    .: Retirada da tramitação do projeto de Reforma da Previdência em Curitiba e paridade dos conselhos do IPMC e do ICS;
    .: Ampliação das liberações sindicais;
    .: Defesa dos concursos públicos e contra a terceirização;
    Servidores disseram, mais uma vez, NÃO ao PSS e à terceirização

    Modelo já usado na saúde e na Fundação de Ação Social (FAS) de forma ampla pelo desgoverno, o Processo Seletivo Simplificado (PSS) chegou ao ensino fundamental. O funcionalismo defendeu a necessidade de concursos públicos e disse não a este ataque! Além disso, foi reforçada a necessidade de continuar lutando contra este modelo que impõe menores salários e condições de trabalho através de uma campanha nos locais de trabalho, além da utilização dos meios virtuais.

    Com a pandemia, a gestão Greca tem aproveitado para ampliar o processo de terceirização na saúde e também na FAS, usando desculpas como a necessidade de “reordenamento” dos equipamentos. O SISMUC e o SISMMAC têm se colocado contrários a estes processos e continuarão promovendo campanhas nos locais de trabalho contrárias à terceirização.

    Seguimos ALERTAS!

    Pouco antes da assembleia, os sindicatos conquistaram uma liminar que determina a manutenção do reajuste de 3,14% aplicado em 2020. Dessa forma, a gestão Greca será obrigada a continuar pagando o reajuste salarial, inclusive do mês de setembro. Entretanto, embora esta seja uma grande conquista dos trabalhadores, é importante que todos continuem de olho no caso de a gestão decidir recorrer da decisão judicial.
    Imprensa Sismuc e Sismmac
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS