Notícias

Imprimir
  • 02/03/2021 Educação

    Com atraso, CEI Ritta Anna é fechado devido a surto de Covid-19

    Com atraso, CEI Ritta Anna é fechado devido a surto de Covid-19
    Arte: CtrlS
    Com cinco casos confirmados de Covid-19 e outros quatro suspeitos, CEI Ritta Anna ficará fechado até o dia 11 de março

    Na última sexta-feira (26), a Escola Municipal CEI Ritta Anna de Cássia, Regional Cajuru, foi fechada pelo Distrito Sanitário após a confirmação de três casos positivos de Covid-19 na unidade, além de dois casos suspeitos que estavam afastados em observação. Hoje (2) o número de casos confirmados de Covid-19 subiu para cinco e outros quatro funcionários estão afastados com sintomas. Com o fechamento do CEI Ritta Anna até o dia 11 de março, os sindicatos SISMUC e SISMMAC orientam que os servidores da unidade procurem as redes credenciadas do ICS para a realização de testes.

    A direção do Sindicato visitou a escola no dia 25 de fevereiro após receber a denúncia sobre uma professora que teve contato com todo o grupo escolar durante os primeiros dias, foi afastada por apresentar sintomas e testou positivo para Covid-19. Diante desse relato, os sindicatos enviaram um ofício à Prefeitura cobrando o fechamento imediato unidade para sanitização e para impedir a transmissão do vírus. No entanto, em vez de agir rapidamente, o Núcleo Regional e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) insistiram em manter a orientação de afastamento de casos suspeitos e observação.

    A ação da Prefeitura para fechar o CEI ocorreu de forma tardia, pois os sindicatos já haviam denunciado a situação de risco na unidade e pressionado pela suspensão de todas as atividades presenciais, mas as orientações falhas da gestão Greca e a inércia da SMS e Núcleo Regional permitiram que vidas de alunos e trabalhadores da educação fossem colocadas em risco por mais alguns dias.

    A morosidade e o desencontro de informações entre o Núcleo Regional e a SMS fizeram com que, em apenas uma semana, cinco funcionários testassem positivo para Covid-19 e outros quatro fossem afastados para aguardar o resultado dos testes. Só depois de muita cobrança, o Distrito Sanitário determinou o fechamento da unidade. Entretanto, mesmo após o fechamento, a Prefeitura vai contra as próprias orientações e não afastou todos os funcionários da unidade.

    Os sindicatos receberam relatos denunciando que duas trabalhadoras da empresa terceirizada de limpeza que estavam prestando serviços na escola foram remanejadas para outra unidade escolar, e não afastadas como previsto no protocolo de segurança. Além de não garantir a testagem e ter deixado todos os trabalhadores da unidade apreensivos com a possibilidade de contaminação, a Prefeitura aposta com a vida de todos da comunidade escolar e envia funcionários que estiveram em meio a um surto de contaminação por Covid-19 para outra unidade.

    Os sindicatos já entraram em contato com a Secretaria Municipal de Educação (SME) e exigiram o afastamento de todos os servidores lotados no CEI Ritta Anna, incluindo os que atuam em outras unidades, e também o afastamento das duas trabalhadoras da empresa terceirizada de limpeza.

    Faça a sua denúncia!

    Mesmo com a suspensão das aulas presenciais, é fundamental que as servidoras e servidores continuem avisando os sindicatos sobre os resultados dos testes de Covid-19 e sobre os problemas enfrentados nas unidades de ensino. O canal para envio dessas denúncias é o WhatsApp da Educação (41) 99988-2680. Essas informações continuarão subsidiando nossa luta para que as aulas permaneçam suspensas até a garantia da vacina!

    Imprensa SISMUC SISMMAC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS