Notícias

Imprimir
  • 23/09/2021 Educação

    Retorno presencial 100%: existem condições para aplicar o protocolo?

    Retorno presencial 100%: existem condições para aplicar o protocolo?
    Arte: Ctrl S
    Sem diálogo com os trabalhadores e sem garantir condições necessárias para segurança das crianças, SME autorizou retorno das aulas presenciais

    Em reunião na manhã desta quinta-feira (23), o SISMUC questionou o Conselho Municipal de Educação (CME) sobre a autorização para o retorno 100% das crianças e alunos na rede municipal de ensino a partir da próxima semana. O CME informou que não caberia ao conselho deliberar sobre o retorno para atividades presenciais e que a autorização partiu da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que foi quem fez a avaliação e autorizou o retorno presencial, seguindo os protocolos para prevenção da Covid-19.

    Sem diálogo com os trabalhadores, sem estrutura adequada e sem condições para manter medidas restritivas necessárias neste momento de pandemia de Covid-19, a Prefeitura de Curitiba formalizou o retorno com ofício circular nº 24/2021 publicado nesta semana pela Secretaria Municipal de Educação (SME), orientando os servidores.

    A partir da segunda-feira (27), os pais que autorizarem já podem enviar os alunos para escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). Esse tipo de postura tenta “esconder” a responsabilidade da gestão, pois afinal os pais estão autorizando o retorno, porém sem saber direito as condições que os filhos vão encontrar na unidade.

    Apesar de os profissionais da educação terem sido imunizados, as crianças não foram vacinadas e falta estrutura para manter as medidas restritivas necessárias para prevenção da Covid-19, em especial o distanciamento social dos alunos dentro dos CMEIs.

    Apesar do “Protocolo de Retorno das Atividades Presenciais nos Centros Municipais de Educação Infantil, Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado e Escolas Municipais da RME”, muitas medidas previstas não são aplicáveis principalmente nos CMEIs que atendem crianças a partir dos 6 meses de idade. Como manter o atendimento e fazer o distanciamento para crianças com até dois anos de idade? O que fazer se não for possível seguir o protocolo? São vidas que estão em risco! Crianças também estão adoecendo e morrendo de Covid-19.

    O SISMUC enviou um ofício à SME, tentou contato por telefone e esteve na sede da secretaria cobrando esclarecimentos, mas o sindicato não teve resposta. A realidade é que o distanciamento social de 1,5m, que já caiu para 1m também não se aplica nos CMEIs.

    Nesta sexta-feira (24) o SISMUC promove o Coletivo da Educação Infantil para debater esta situação e definirmos juntos a nossa resistência. Convide seus colegas e participe. Se inscreva com antecedência em : https://bit.ly/coletivoedinfantil1709

    Unidos somos mais fortes!

    Imprensa SISMUC e SISMMAC
Voltar para o Índice

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS