Opinião

  • A menina dos olhos

    A menina dos olhos
    Foram vários dias e noites de lutas, protestos e reivindicações.

    Foram vários dias e noites de lutas, protestos e reivindicações contra a atual administração existente na prefeitura municipal da cidade de Curitiba. Na ocasião o sr Paulo Schimidt saiu em defesa do então e agora ex secretário da defesa social, o sr Coronel Itamar, defendendo apenas o interesse dos que estão no topo da pirâmide, esquecendo daqueles que desempenham suas funções, mesmo sem terem os aparatos necessários para prestarem segurança à cidade de Curitiba, que dia após dia aumenta a criminalidade e a insegurança dos munícipes. Passaram-se alguns meses, e tudo estava como antes, guarda trabalhando desarmado em posto de risco, onde seriam necessário dois guardas armados. Infelizmente, perdemos mais um colega de farda, para que o poder executivo se sensibilizasse, para que hovesse mudança no comando da guarda municipal de Curitiba.

    Esperamos que seja o começo de uma reformulação em todos os quesitos no que tange a segurança, principalmente das chefias atuais, que lutam apenas por seus interesses. Tem que se dar oportunidade para o guarda municipal que sabe e quer fazer o melhor em prol da guarda municipal, como um todo.
     
    Ao saudoso sr guarda municipal Joel Franklin, que estava na luta e também ansiava por mudança no comando. Pode ter certeza que seus gritos foram ouvidos na luta que travamos contra a administração atual. Mesmo que tenha lhe custado a própria vida, devido a incompetência da sua chefia, pode ter a certeza, que a mudança chegou.
     
    Desde já desejo ao secretário da defesa social, o sr doutor Marcus Vinícius Michelotto, toda felicidade e sucesso, e que tenha a guarda municipal de Curitiba, como a “Menina de seus olhos”.
    Ghilherme Carvalho
Ver índice de opinião

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS