Opinião

  • Nota à população sobre a greve dos dentistas

    Nota à população sobre a greve dos dentistas
    A prefeitura tem divulgado informações mentirosas a respeito dos nossos salários.

    Nós, cirurgiões-dentistas da prefeitura de Curitiba, em respeito à população curitibana gostaríamos de prestar alguns esclarecimentos.


    A prefeitura tem divulgado informações mentirosas a respeito dos nossos salários, numa clara tentativa de colocar os curitibanos contra nós. A verdade é: o salário base do cirurgião dentista é R$1.362,56. Esse valor  é menor do que de muitos profissionais de nível  médio. É menor que na maioria das cidades da região metropolitana , como Araucária, São José dos Pinhais, Colombo, Campo Magro, Pinhais, Fazenda Rio Grande. E de outras cidades como Maringá, Apucarana, Rolândia, Ibiporã, São Paulo, Santos, Rio do Sul e muitas outras. Nem mesmo profissionais em final de carreira recebem perto dos R$ 15 mil divulgados pela Prefeitura.

    Outra questão é que não estamos contra o aumento salarial dos médicos. Mas sim  contra a ilegalidade de concedê-lo somente a eles. A prefeitura está contrariando a Lei Federal n. 3.999, de 15 de dezembro de 1961, que diz que médicos e dentistas devem ter isonomia (equiparação) salarial. A Lei Orgânica do Município também está sendo desrespeitada pelo prefeito. O artigo 80, por exemplo, diz que “A lei assegurará aos servidores municipais isonomia de vencimentos para os cargos de atribuições iguais ou assemelhados do mesmo Poder ou entre os servidores dos Poderes Executivo e Legislativo, ressalvadas as vantagens de caráter individual e as relativas à natureza ou ao local de trabalho”.

    Curitiba é chamada de Cidade Sorriso e acaba de ganhar o Prêmio Paraná Sorridente do CRO-Pr, que é ofertado ao município que melhores condições oferece à saúde bucal de sua população. Mesmo assim os profissionais da Odontologia não são valorizados, como se a saúde da boca não tivesse a mínima importância. Quem usa e precisa dos nossos serviços pode e deve reclamar da falta de respeito do prefeito para com os servidores (via 156 ou ouvidoria – 0800-6440041).

    Com certeza, se houvesse menos gastos com publicidade e o próprio prefeito recebesse menos (ele tem o maior sálario entre os prefeitos do Brasil), nossas reinvindicações poderiam ser atendidas e esta greve não precisaria nem ter começado.

    Gostaríamos muito de estar nas clínicas, atendendo à população curitibana e exercendo a profissão que tanto amamos, mas o Sr. prefeito Luciano Ducci se recusa a nos atender. E nós nos recusamos a trabalhar mediante tanta humilhação e discriminação.

    Com respeito e transparência, esperamos a compreensão e o apoio dos cidadãos curitibanos.
    Ghilherme Carvalho
Ver índice de opinião

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba
Rua Nunes Machado, 1577 - Rebouças, Curitiba - PR. CEP: 80220-070     Fone/Fax: (41) 3322-2475 | (41) 98407-4932     E-mail: sismuc@sismuc.org.br
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

DOHMS